sábado, 29 de outubro de 2011

Quero Saber


 Estou atualmente envolvido em tantas atividades na escola e na igreja, que não tenho dedicado tempo a Deus. Como posso evitar ocupar-me tanto e ter mais tempo para estar como Ele?

   




Deus sabe que você vive em um mundo atribulado, mas estar ocupado não é desculpa para não buscar a face Dele. As pressões e exigências aumentarão à medida que você crescer, então deve decidir agora a fazer o que é importante, tornando o seu relacionamento com Deus a sua prioridade. 

Estar atarefado é habito difícil de ser mudado. As pessoas tendem a pensar que Deus as quer apressadas, trabalhando em sucessivas atividades, mas estar excessivamente ocupado, mesmo com atividades “cristã”, pode não ser saudável. Pode acabar afastando-nos de Deus e de nosso alimento espiritual, Daniel compreendeu isto. Ele ariscou sua vida para ter tempo par Deus! (ver Dn 6.10-15) É dificil para muitos cristãos perder programas de TV, festas, e outros entretenimentos para ter tempo para Deus!

Nossas atividades são mistas, e a menos que sejam compatíveis com o que é realmente melhor para nós ter tempo para ficar a sós com Cristo - estaremos sempre dando voltas confusos em relação ao que é realmente importante.

Aprenda esta lição desde o inicio de sua vida cristã: a alegria que se pode ter por estar junto a Cristo é muito maior do que qualquer beneficio que alguém possa alcançar através do excesso de ocupações.

Ouça este apelo de Jesus: “Trabalhai não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o filho do homem vos dará porque a este o Pai, Deus, o selou.” (Jo 6.27)

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O Mito "Maia 2012" - Agora sim é o Fim do Mundo?

Alguns cristãos estão assustados quanto aos rumores sobre 2012 e os acontecimentos que ocorrerão naquele ano. Tudo isso porque, segundo o calendário maia (que é bem mais complexo e mais preciso que o gregoriano, utilizado pela nossa civilização ocidental), algo de muito grave se passará no solstício de inverno, em 21 de dezembro, de 2012.
Tão grave será o acontecimento que o mundo tal como o conhecemos desaparecerá. Isto não quer dizer que o mundo acabará; quer simplesmente dizer que um grande acontecimento transformará o mundo, que passaria por uma grande revolução a ponto de milhões de pessoas desaparecerem e uma nova era seria inaugurada após 21 de Dezembro de 2012.
Existe até um site que faz contagem regressiva para 2012, cujo cabeçalho cita "2012: Verdade ou Mentira? - Acreditar ou não acreditar? Você decide". Foi circulado até boatos de que Tom Cruise, o ator com um patrimônio de U$ 300 milhões de dólares, teria gastado U$ 10 milhões para construir um abrigo subterrâneo por conta dessa profecia maia. Há também o filme 2012, que  aborda sobre o assunto.
Ora, sabe-se atualmente que nesta data, durante o solstício, a Terra estará alinhada com o Sol e com o centro da nossa galáxia, Via Láctea. Sabe-se também que no centro da Galáxia existe um buraco negro supermassivo. Baseando-se em Einstein e em alguma informação astronômica, há quem diga que o alinhamento com este buraco negro supermassivo levará a uma mudança do campo magnético terrestre, que acontece periodicamente. Isso, segundo tais estudiosos, levará a tsunamis, vulcões, terremotos, etc.
Centenas de livros, filmes diversos, fóruns, blogs, sites e portais de todas as formas têm dado atenção ao assunto. Mas não queremos aqui dizer o que pregam os seguidores dessa profecia (até porque o assunto rende o bastante para se limitar a este blog), mas sim relatar os malefícios que ela pode trazer aos incautos.
Todo cristão sabe que a volta de Jesus é iminente. Todos sabem também que segundo Mateus 24.36 só Deus Pai sabe o exato momento do arrebatamento da Igreja. O que está acontecendo é que muitos acham que o fim do mundo ocorrerá justamente nessa data.
É comum desejar saber sobre o futuro. Os não crentes amam o horóscopo para saber o que acontecerá durante o dia. Já os crentes se fascinam pela Escatologia, que prende a atenção de quem estuda a doutrina das últimas coisas. Mas, e quanto ao fim dos tempos, quando será? Nós nem sabemos (Mt 24.36, já citado), nem nos compete saber (At 1.7). Muitos religiosos já marcaram uma data para o retorno de Cristo e/ou fim do mundo, mas fracassaram nas suas tentativas (para citar, Testemunhas de Jeová, Adventistas, o "bug do milênio" e, mais recentemente, Valnice Milhomens). A questão é? E a profecia maia? Será mesmo que o fim do mundo se dará em 21 de dezembro de 2012?
A resposta é: não. Por quê? Em rápidos argumentos: primeiro, a terra não passará pelas destruições que estão sendo vaticinadas enquanto a Igreja estiver por aqui (basta estudar as profecias apocalípticas para entender). Depois que a Bíblia não cita nada sobre isso e, repito, ninguém (nem mesmo os maias, que viveram em tempos longínquos) sabe. Então por que todo esse desvario em relação ao mito Maia 2012? Pelo simples fato de ser a "profecia da vez". Ou alguém acredita nas velhas profecias?
Eu tenho visto muita gente preocupada com o Apocalipse. Alguns têm medo do Anticristo. Outros não querem estar vivos para o dia do arrebatamento. Tem aqueles que são "intérpretes" do Apocalipse (inclusive dizendo que o Papa é a Besta e Obama o Anticristo, uma vez que Saddam Hussein e Hitler já morreram). E, por fim, há ainda os que desdenham da Bíblia para acreditar na tal profecia maia.
Dando ênfase ao mito 2012 e levando-o em consideração, não adiantaria viver uma vida de renúncia e sacrifício se Deus definisse, no nosso calendário, o dia fixo para o fim dos tempos. Muitos viveriam ao léu, esperando a aproximação do retorno do Mestre para firmar o pacto com o Senhor. Mas é certo que o volta de Jesus está mais próxima do que nunca. Então, por que temer? Será que a Bíblia não é suficiente? Precisamos de profecias como as dos maias, da Valnice, de Nostradamus para saber quando será o fim? Não! Categoricamente, não!
E o que fazer e como agir? Independente do que os maias ou qualquer outro falem, vigiemos e oremos, pois não sabemos quando chegará o tempo (Mc 13.33). Confiemos no que a Bíblia diz. Os sinais estão aí, a volta triunfal de Cristo é iminente, não há tempo a perder. Em breve Jesus volta. Aos que não O tem como Senhor e Salvador, é tempo de firmar uma aliança com Ele e aproveitar a dispensação da graça!

Se Jesus virá em 2012 ou não é uma coisa que não nos compete. O que devemos fazer é, desde já, estarmos prontos para subir agora.
E você, está pronto?

domingo, 23 de outubro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Namoro Parte II


O namoro em Cristo é uma benção para um jovem Cristão. A troca de experiências e o compartilhamento da fé são super saudáveis. Pode haver nesse relacionamento um crescimento espiritual de ambos. Mas o casal deve ter cuidado para que a benção não se transforme em desgraça.

Como falei na postagem anterior, o nosso relacionamento fundamental é com Deus e nada e ninguém deve atrapalhar sua comunhão com Ele. Deve-se perceber uma maturidade física e espiritual. O casal deve está sempre em oração. Deus em primeiro lugar, o corpo (físico) sob controle assim como vontades e emoções. Tenham moderação nas carícias, pois através delas outras vontades podem surgir.

Deixo essa passagem para reflexão:

“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição; Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus”.
1Tessalonicenses 4: 3-5
Fábio Brito Praxedes

domingo, 16 de outubro de 2011

Namoro Parte I

Esse tema é um dos mais polêmicos dentro da temática evangélica. Vou abordá-lo em duas postagens: inicialmente sobre o relacionamento entre cristão e não cristão; depois sobre o namoro entre evangélicos.
Primeiramente o relacionamento que devemos priorizar é com Deus. Buscar comunhão com Ele é primordial. Se você não estiver em comunhão talvez não será abençoado no seu relacionamento. Para iniciar uma relação devemos estar bem espiritualmente e certo das atitudes e pecados que corremos o risco de cometer. Esteja firme na fé para que nada e ninguém possam abalar o seu relacionamento prioritário, que deve ser com Deus.
Para começar vamos a uma unanimidade: namoro entre evangélicos é super-saudável. Dois jovens comprometidos com Deus têm tudo para desenvolver um bom relacionamento. Afinal os mesmos buscam a Deus, são conscientes dos pecados que podem cometer, não tem malícia e freqüentam os mesmos lugares. Não há o que discutir.
O maior ponto de divergências é o relacionamento entre um evangélico com um não-evangélico. Veja o que diz 2 Coríntios 6: 14-18:

“Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus: "Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo" Portanto, "saiam do meio deles e separem-se", diz o Senhor. "Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei" "e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas", diz o Senhor todo-poderoso.”

O texto é bem claro, Deus nos dá a orientação de não nos relacionar-mos com descrentes. Eles têm malícia, não buscam a Deus tal como nós, não se arrependem dos pecados. Relacionamento com descrentes não é benção, não vai frutificar, não vai lhe trazer benefícios perante Deus, talvez até desestabilize sua relação com Ele.
Algumas pessoas crêem que podem evangelizar através de namoro. Eu não posso dizer que algumas pessoas realmente não consigam fazer isso. Mas aconselho que não façam, o texto nos diz para que não nos ponhamos em julgo desigual com descrentes. Existem “1001 maneiras” de evangelizar muito melhores que através desse recurso.

Cuidado com as ciladas do inimigo, elas virão de uma maneira “linda” para você. Busquem e fiquem com Deus.
Fábio Brito Praxedes

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Onde Estão as Marcas de Cristo em Você?

Estou preocupado com algumas coisas que creio que o Senhor tem tentado nos falar, porém sinto que estamos sendo tardios em ouvir. Quero que você, leitor, entenda que realmente creio que Deus está tentando falar conosco e nos revelar o seu coração de uma forma tremenda.
A nossa geração tem sido marcada pela santidade, pela paixão pelo Senhor, pelas frases apaixonadas, etc. Mas creio que precisamos ser marcados com muito mais. Precisamos ser marcados com as marcas de Cristo.
Paulo disse: "Levo no meu corpo as marcas de Cristo" (Gl 6.17) será que queremos como o apóstolo Paulo levar as marcas de Cristo? A minha pergunta para nós seria: Quais são as marcas de Cristo?

A palavra que Paulo usou no livro aos Gálatas para "marcas" origina-se da palavra grega stigma, uma marca que fala sobre ser propriedade de alguém ou algo. Jesus quando andou em nosso meio, nos revelou algumas marcas que estavam bem fortes em seu coração.
Vejamos algumas delas:

- Zelo pela obra de Deus
A palavra, diz que: o “... zelo pela casa do Senhor o consumiu..." (João 2.17). Podemos entender que Jesus, o Filho de Deus, era marcado pelo zelo no que dizia respeito à casa do Senhor. A Bíblia diz novamente em Mateus 21.12: "Entrou Jesus no templo, e expulsou a todos os que vendiam e compravam, e derrubou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.".
O que levou o Senhor Jesus a fazer isso? Acredito que foi o zelo pela casa do Pai. Com essa atitude, Jesus deixou bem claro que era marcado pelo zelo para com a casa do Pai.
Nossa geração também precisa ser marcada com o zelo pela casa do Senhor. Quando falamos a expressão "casa do Senhor" fica óbvio que não nos referimos ao prédio onde a Igreja do Senhor se reúne.
Quando vemos a impureza entrar na casa do Senhor, precisamos ter fogo em nossos corações e levantarmos com zelo pela noiva do Cordeiro. Jesus expulsou tanto os que vendiam como os que compravam. Deixe-me ser franco: Deus trará julgamento tanto sobre os que manipulam assim como sobre os que se deixam manipular. O avivamento que o Senhor está trazendo sobre sua Igreja trará este zelo de volta. É preciso que se levante uma geração de adoradores que são marcados não apenas por frases apaixonadas, mas também pelo zelo da casa de Deus.
Veremos jovens chorarem e gemerem pela santidade da casa do Senhor, e preocupa-me muito ao ver que temos sido marcados por outras coisas, e não pelas marcas de Cristo. A minha pergunta é: Será que queremos levar em nossos corpos as marcas de Cristo?

- Amor pelas nações
Outra marca que vejo que caracterizou a vida do Senhor está resumida em João 3.16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho para que todo o que nele crer não pereça mais tenha a vida eterna". O Amor pelo mundo marcou e continua marcando o Pai a ponto de dar seu próprio filho para morrer por este mundo.
Em João 5.19, Jesus disse que: "Em verdade, em verdade vos digo que o filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, ele só pode fazer o que vê o pai fazendo, porque tudo o que o pai faz, o filho o faz igualmente.". Com isso, Jesus estava dizendo que o que marcava o Pai marcava também o Filho.
Então, uma das marcas no Filho era o amor pelo mundo e pelas nações. Tenho descoberto que precisamos ser marcados com um amor tremendo pelas nações a ponto de darmos o melhor.
 Vejo que, muitas vezes, na Igreja, temos o departamento de missões apenas para dizermos que estamos fazendo algo para missões. O Pai amou as nações de tal maneira que deu seu único Filho. O filho amou as nações de tal maneira que se entregou. E nós, até que ponto somos marcados pelo amor pelas almas?

- Obediência
Em João 5.19, diz: “... porque tudo o que o Pai faz, o filho o faz igualmente." Já Hebreus 5.8 fala: “... embora sendo filho, aprendeu obediência por meio daquilo que sofreu...". Quando olho para Jesus no Getsêmani dizendo ao Pai “se queres passa de mim este cálice; todavia, não se faça a minha vontade, e sim a Tua" (Lc. 22.42), como eu o amo por deixar este exemplo de obediência.
Muitos têm sido rebeldes quanto às ordenanças divinas. Não são poucos os que se revoltam contra a vontade soberana de Deus em detrimento dos seus caprichos. Jesus fez justamente aquilo que o Pai requisitou. E é isso que temos que aprender com Ele.

Que levemos no nosso corpo as marcas de Cristo. Essas marcas valem mais do que os títulos que ostentamos e os status que temos entre os homens.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CULTO DE JOVENS E ADOLESCENTES

VENHA PARTICIPAR DE MAIS UM ABENÇOADO CULTO DE JOVENS E ADOLESCENTES QUE ACONTECERÁ NESTE PRÓXIMO SÁBADO A PARTIR DAS 19:00 HORAS NA ASSEMBLEIA DE DEUS TEMPLO CENTRAL EM ARACATI-CE. VAMOS TER PARTIPAÇÕES ABENÇOADAS DOS NOSSOS JOVENS E ADOLESCENTES CONTANDO AINDA COM A PRESENÇA CONFIRMADA DA MOCIDADE DA CONGREGAÇÃO DO CAJUEIRO E QUEM ESTARÁ MINISTRANDO A PODEROSA PALAVRA DO SENHOR SERÁ O DIÁCONO JUSCELINO O DIRIGENTE DAQUELA ABENÇOADA CONGREGAÇÃO. NÃO DEIXE DE PARTICIPAR, VENHA RECEBER MAIS DE DEUS E SER GRANDEMENTE ABENÇOADO EM SUA VIDA. AGUARDAMOS A SUA PRESENÇA.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Você perderia algo pelo Evangelho?

Fique sabendo em breve isso pode acontecer!

Vocês viram que o juiz de Goiânia Jeronymo Pedro Villas Boas revogou duas uniões estáveis entre homossexuais com base no que a Constituição Federal afirma. A postura do magistrado é de alguém que age baseado em suas convicções e está disposto a pagar um preço por isso.
Estamos chegando a um determinado contexto social no qual os verdadeiros cristãos deverão tomar atitudes que contrariem o senso comum e o anseio politicamente correto da sociedade, mesmo que isso resulte em algumas perdas.
Cada dia mais os cristãos são colocados diante do desafio de defender a mensagem cristã insurgindo-se contra uma sociedade secularizada e tolerante. Se no passado os cristãos eram jogados aos leões para que pudessem morrer, hoje estão sendo escarnecidos pela mídia e pela patrulha do politicamente correto.
Com efeito, lembro-me então das palavras de Paulo. “Mas o que era para mim era ganho reputei-o perda por Cristo; e, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo” (Fp 3.7,8).
Mas será que a igreja evangélica brasileira está preparada para tomar decisões ortodoxas e que contrariam o anseio popular? Será que os cristãos estão verdadeiramente dispostos a colocar em risco seus empregos para defenderem suas convicções? Será que os evangélicos estão dispostos a enfrentar desafios verdadeiros capazes de resultar em alguma perda? Será que a maioria de nós, cristãos, temos coragem de não nos conformarmos - na prática - com este mundo (Rm 12.2)?
Enfim, são algumas perguntas que nos vêm à mente quando observamos as nuanças do tempo presente, que demonstra a intensificação da perseguição cultural ao povo cristão.
Do jeito que as coisas se encaminham, o futuro dos cristãos pode ser como a cena da foto acima, tirada no período do regime militar. Mas ainda existem cristãos corajosos, remanescentes, que não se dobraram a Baal e que não temem a investida sorrateira do inimigo. Homens e mulheres que estão dispostos a viver e a morrer pela causa do Mestre e pelos valores bíblicos.

Pense nisso!

Valmir Nascimento

domingo, 2 de outubro de 2011

Quero Saber


Eu costumava ler o meu horóscopo no jornal todos os dias até que um amigo me disse que isso era algo satânico. É verdade?






Existem muitas brechas que podem tornar as pessoas vulneráveis que influências satânicas.
Quando era rei de Israel e estava com muitos problemas, Saul consultou um médium (uma feiticeira) para tentar saber sobre o futuro (ver 1Sm 28).
Em ISAIS 47.12-15 é revelada a identidade desses adivinhos do futuro.
Muitas outras passagens falam sobre a astrologia, magia, feitiçaria e adivinhação (ver Dt 18.10, 11; 2CR 33.6; DN 2.1,2; AT 8.9,11; 16.16)
Se satanás puder levar as pessoas a aceitarem o mal em pequenas doses de cada vez, elas finalmente se tornarão insensíveis e não reconhecerão que estão sendo alimentadas com algo que entorpecerá o seu interesse por Deus.
Se um menino que tentasse cozinhar um sapo, enchesse uma panela com água, pudesse a no fogo ate ferver e depois colocasse o sapo dentro dela, este imediatamente pularia para fora da água. Mas se o menino pusesse o sapo na água fria e aos poucos, fosse aumentando o calor, o sapo se acostumaria com o que estava sendo cozido até a morte.
Satanás nunca conseguirá que alguém o seguisse se mostrasse todo o seu mal, por isso, eles introduz, aos poucos, pequenas doses do mal até que as pessoas estejam insensíveis e tudo pareça ser uma parte normal da vida. Isso é estratégia, capturar nossa mente por meio de pequenas e sucessivas atividades de transigência com as trevas.
Nossa melhor defesa é conhecer a verdade da palavra de Deus para podermos discernir o quanto somos tentados pelo mal. Deus sabe que a impiedade é real. E Jesus veio para destruir as obras do diabo. Lembre-se: “se você está em Cristo, maior é o que está em vós do que está no mundo” (1 JO 4.4)